Conheça 5 cuidados que você deve ter com o seu aparelho ortodôntico
Saúde Bucal

Conheça 5 cuidados que você deve ter com o seu aparelho ortodôntico

A maior procura de dentistas está vinculada a dores ou à estética e, muitas vezes, não temos conhecimento de que um tratamento pode servir para os dois propósitos.

Ter cuidado com o aparelho ortodôntico é de extrema importância. A fixação dos dispositivos nos dentes é frágil, eles podem se descolar se não houver as devidas precauções. As suas peças são pequenas, os fios, finos. 

Eles ficam em contato direto com a boca e com o alimento que você ingere. Por causa disso, passar por uma intervenção desse tipo requer responsabilidade do paciente.

Quais atitudes devemos tomar? O que não podemos comer? Como precisamos limpar o aparelho? Descubra, agora mesmo, o que temos que fazer quando usamos aparelho ortodôntico. Veja as dicas a seguir.

1. Escove os dentes

A escovação é de extrema importância. Querendo ou não, a nossa boca acumula restos alimentares e bactérias constantemente. Esse acúmulo é o principal responsável pelas doenças bucais, como cárie, gengivite e periodontite.

A escova de dentes elimina a placa bacteriana, que fica acoplada aos elementos, mas para que a limpeza seja profunda e alcance os pequenos espaços é necessário utilizar o fio dental.

2. Limpe o aparelho

Se o aparelho for fixo, a higienização se limita à cavidade oral, já que o dispositivo não é removível. Mas lembre-se de olhar no espelho e verificar se a limpeza foi bem feita.

Use o tempo necessário para retirar os acúmulos debaixo dos acessórios metálicos e em volta dos bráquetes. Caso necessário, existem escovas unitufo e interdentais que auxiliam no alcance dos locais mais difíceis.

Os dispositivos móveis devem ser escovados, podendo ser com a própria escova. Existem produtos específicos, como pastilhas e soluções especiais, mas a limpeza pode ser feita de forma semelhante à higienização da cavidade bucal.

3. Tome cuidado com o aparelho móvel

É comum, ao sair para comer fora, deixar o aparelho móvel enrolado em guardanapos em cima da mesa. Essa atitude traz um risco grande de que ele seja confundido com lixo e jogado fora ou esquecido.

Os aparelhos ortodônticos são um alto investimento, por isso devemos ser zelosos, guardá-los em caixas apropriadas e mantê-los à vista. Qualquer quebra ou perda pode acarretar desperdício de tempo do dentista e seu, além de prejudicar muito o tratamento.

Os pais têm grande papel na vida de crianças e adolescentes que passam por esse tratamento. Eles devem incentivar o cuidado com o aparelho e estimular o seu uso correto.

4. Vá às consultas de manutenção

As consultas com os dentistas são essenciais para o andamento correto da intervenção. As visitas de manutenção servem para ajustar os aparelhos fixos e móveis, a fim de movimentar, aos poucos, os dentes para o posicionamento correto.

Sem o acompanhamento e a movimentação ideal, os dentes não serão posicionados da maneira correta e a terapia não surtirá efeito algum. Aí está a importância de seguir as orientações do profissional. Novamente, os responsáveis possuem papel essencial para incentivar a ida ao dentista e reconhecer a importância do tratamento.

5. Esteja atento ao que come

A escolha dos alimentos ingeridos também é de suma importância. Comidas pegajosas ou muito duras tornam a higienização mais difícil e, com a presença do dispositivo e a maior dificuldade de escovação, o risco de cáries aumenta exponencialmente.

Alguns alimentos muito rígidos ou crocantes podem causar a quebra do aparelho fixo e descolamento do bráquete. Por isso, uma boa dica é cortá-los em porções pequenas a fim de facilitar a mastigação.

Tomar cuidado com o aparelho ortodôntico não é difícil. Esses cuidados básicos auxiliarão muito o desenvolvimento da intervenção.

Se você gostou deste texto e quer ficar por dentro das novidades, assine a nossa newsletter.

Sobre o autor

Odontologia Íntegra

Deixar comentário.

Share This