Clareamento dental: 5 dicas para manter os dentes brancos
Estética Bucal

Clareamento dental: 5 dicas para manter os dentes brancos

A busca pela estética está presente em nosso dia a dia, e manter os dentes brancos é um dos grandes desafios enfrentados por muitas pessoas. Mas, qual seria a melhor maneira de chegar no resultado esperado? O clareamento dental é seguro?

No texto de hoje, falaremos sobre esse procedimento e mostraremos os diversos tipos existentes, bem como suas indicações, contraindicações e daremos algumas dicas para manter os dentes brancos por mais tempo.

O que é o clareamento dental?

Método que consiste na abertura dos poros do esmalte, a fim de remover pigmentos que aderiram aos dentes. Por outro lado, os cremes dentais clareadores são abrasivos e têm como objetivo eliminar as camadas mais externas da película buscando as partes que ainda não sofreram escurecimento.

O clareamento dental, além de garantir dentes mais brancos, também pode atuar melhorando a autoestima das pessoas que se sentem mal com a coloração do seu sorriso, podendo deixá-las menos desinibidas e mais confiantes.

Quais os tipos existentes?

Geralmente, a idade mínima para o clareamento dental é de, aproximadamente, 16 anos,— quando a formação da raiz do dente esteja completa —, contudo, podem ocorrer variações. Mas existem diferentes técnicas para tornar o seu sorriso mais claro, são elas:

Clareamento dental interno

Indicado para dentes com tratamento de canal que sofreram escurecimento por reação metálica ou trauma. Consiste na aplicação de um gel dentro da coroa dentária e é um procedimento feito por um dentista no consultório.

Clareamento externo no consultório

Após o dentista aplicar uma camada protetora nas gengivas, coloca-se o gel sob os dentes por aproximadamente 1 hora. Geralmente, poucas sessões são necessárias, já que o agente clareador utilizado tem concentração bem mais alta do que o caseiro.

Clareamento externo caseiro

O paciente utiliza uma moldeira feita pelo cirurgião dentista e ele mesmo aplica o gel de acordo com as instruções dadas na consulta. Esse gel tem menor concentração e pode ser usado, em média, por 2 a 4 horas, ou o tempo indicado pelo profissional. Essa técnica pode ser associada a outras para obtenção de um resultado mais rápido.

Clareamento a laser

O gel é ativado com a aplicação de um laser e ocorre o aumento da permeabilidade. Isso faz com que o clareamento seja mais intenso — contudo, essa técnica gera uma maior sensibilidade.

Métodos caseiros

O uso de substâncias sem a indicação de seu cirurgião dentista, como bicarbonato de sódio, vinagre ou qualquer outro comprado em farmácias e mercados sem supervisão de um dentista são contraindicados. Esses materiais são altamente abrasivos e dão resultados apenas temporários, além de desgastar o esmalte dentário e causar sérios danos à saúde.

Como manter o clareamento por mais tempo?

O sucesso para manter os dentes brancos depende de você e da mudança dos hábitos, que é essencial para que isso aconteça. Por isso, separamos uma lista com 5 dicas práticas que devem ser evitadas:

  1. tabagismo;

  2. tomar café, chás que contêm cafeína, refrigerantes à base de cola, vinho tinto e suco de uva;

  3. consumir açaí, shoyu e qualquer alimento que contenha corantes;

  4. comer molhos escuros como ketchup, molho de tomate e mostarda;

  5. demorar para escovar os dentes após as refeições.

Quais as contraindicações?

O clareamento dental não é indicado para gestantes e lactantes, por causa da diminuição no nível de minerais na saliva dessas mulheres, podendo desencadear alta sensibilidade após o tratamento.

Pessoas com retração gengival também não devem passar por esse procedimento, resolvendo o problema antes do início do clareamento. Pacientes com cáries e inflamação gengival também devem realizar o processo após a conclusão de todos os tratamentos bucais.

É muito importante lembrar que próteses e restaurações não sofrem a ação clarificadora e, por isso, será necessário trocá-las após o clareamento dental. Podem ser indicados, também, o uso de lentes de contato ou restaurações para que seja possível chegar no resultado esperado pelo paciente.

É importante fazer uma consulta com seu dentista para escolher o clareamento dental ideal para você. Manter os dentes brancos é possível, mas é necessário cuidado. Então, se você gostou deste post e quer saber mais sobre saúde bucalsiga nossa página no Facebook.

Sobre o autor

Odontologia Íntegra

Deixar comentário.

Share This